• Tiago Koch

5 pontos fundamentais sobre o puerpério

Para entender melhor o que acontece com a mulher após o nascimento de um bebê, é importante ter em mente que estamos olhando para um processo natural, complexo e que tem nome, PUERPÉRIO.


Nesse sentido marujo, trago 5 pontos que são fundamentais você saber.

.

1- Puerpério é um período de reorganização física, emocional, psicológica e energética da mulher após o parto e que não tem tempo determinado para terminar. Pode durar meses ou anos. Sim, anos! E a única pessoa que vai saber quando o puerpério acabou é a própria mulher, e mais ninguém.


2- Para muitas, o puerpério é também o nascimento de uma nova mulher, com os mesmos valores e caráter, mas com uma nova forma de se relacionar consigo, com o próprio corpo, com a vida e inclusive com o parceiro.


3- Puerpério não é depressão pós-parto. Depressão pós-parto é um desequilíbrio, uma patologia que necessita de tratamento. Mulheres puérperas necessitam de empatia, amor, acolhimento, apoio e pró-atividade com todas as novas e infinitas demandas.


4 - Mulheres puérperas não são loucas, por mais que possa parecer aos olhos de quem não vivencia essa experiência. Imagine você nesse lugar : passar por uma gestação e todas suas transformações, por um parto(que dependendo como foi, pode impactar tanto positivamente quanto negativamente no puerpério), por uma oscilação hormonal brutal, pela amamentação (que pode ser punk), noites sem dormir, dificuldade em conseguir tempo para fazer suas necessidades básicas ( cagar, mijar, tomar banho e comer), fortes cobranças sociais para ser uma "boa" mãe e esposa, não se compreender e nem ser compreendida, e mais a perda da liberdade e autonomia.


5 - Por último, é fundamental entender que provavelmente uma parcela das necessidades, sentimentos e emoções que a mulher possa manifestar no puerpério, não tenha uma razão específica, uma causa, e nem uma resposta, simplesmente existe e é legítimo. Para nós homens, que temos uma tendência a sermos mais racionais e buscar um motivo para as coisas, lidar com esse desconhecido pode ser bem desafiador.

81 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo