• Tiago Koch

E quando a falta de libido é do homem?

Muito se fala na falta de libido da mulher devido às grandes transformações físicas e psicológicas nesse período de transição que é o pós-parto, mas pouquíssimo se fala sobre o desinteresse dos homens, que também pode ocorrer.


Recebo muitas mensagens de mulheres relatando que estão "subindo pelas paredes", mas seus parceiros se demonstram desinteressados, muitos desde a gestação. Mas vamos focar no pós-parto.


Os motivos podem ser variados e inclusive semelhantes os da mulher como

cansaço e ausência de sono.

Alguns relatam que a pressão no trabalho ( o sistema tá "cagando e andando" para a paternidade, o importante é bater as metas) e a pressão pelo estigma de ser provedor os fazem perder a libido. Existem aqueles também que se preocupam tanto com a mulher e com o bebê que não acham espaço para pensar em sexo.


Se você vivencia isso marujo, não se culpe e nem se cobre. O fato de você estar sem apetite sexual não te faz menos homem. Caso você se sinta pressionado, converse com sua parceira, na boa. Acredito que a empatia deve ser de ambas as partes e ela irá entender. O mais importante é manter a conexão entre vocês. Não esqueça, tudo é situacional e transitório, vai passar. E se você se sentir muito incomodado com isso, procure ajuda, isso é ser corajoso.


Agora, existem os casos que percebo uma forte influência da nossa cultura machista, onde o homem perde o interesse pela mulher devido às transformações físicas do corpo , incluindo a crença que após parir a vagina da mulher não irá mais ser "apertadinha".

Se você é influenciado por essas crenças marujo, acho legal você rever algumas coisas em relação a sua sexualidade e na relação que você tem e deseja ter com sua parceira. Esse é um terreno perigoso, que em muitos casos pode levá-lo a praticar outros atos mais machistas ainda como traições ( muito comuns nesse período) ou literalmente abandonar sua parceira e seu filho.


Exagero?! Ficou ofendido? No Brasil são mais de cinco milhões de crianças sem pais, e uma grande parcela é por abandono durante a gestação e no puerpério, isso é uma realidade, são números.


Um abraço,

Tiago Koch.

 

Esse é um dos temas abordados no curso Puerpério para Homens.


Acesse o link para obter mais informações.

 


46 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo